blog-enlizt-brasil-pesquisa-salarial-como-funciona

Pesquisa Salarial: como funciona e para que serve?

O olhar para a área de remuneração estratégica triplicou com os impactos da pandemia, colocando em pauta a importância de obter informações verdadeiras do mercado, tratadas e filtradas por meio de dados e estatísticas que somente uma Pesquisa Salarial pode oferecer.

O tema norteou, recentemente, um bate-papo super técnico entre Carolina Farah, HR Consulting and Services na Plooral, e Liara Dall’ Agnese Sedor, Analista de DHO SR na Unimed Litoral, sobre a importância de entender como funciona uma pesquisa salarial e como ela pode ser útil para a construção de um plano de cargos e salários.

Na ocasião, as convidadas também debateram os desafios da área de remuneração no setor de Saúde, devido a 2ª Pesquisa Salarial do setor de Saúde que está ocorrendo nacionalmente, com inscrições até 30 de outubro de 2020 (para mais informações, acesse aqui). 

No entanto, as dúvidas costumam ser as mesmas para profissionais de todos os setores, por isso recomendamos que assista ao webinar na íntegra caso queira entender melhor o processo de preenchimento e análise dos resultados. 

Abaixo, compilamos momentos importantes dessa conversa sobre como uma pesquisa salarial pode ajudar profissionais responsáveis pela área de remuneração, a qual é o centro de todos os subsistemas como atração e retenção de talentos, avaliação de candidatos, capacitação, plano de carreira, entre outros. 

>>> Baixe o material em PDF do nosso webinar aqui

blog-enlizt-brasil-pesquisas-salariais-em-andamento-sinalize-o-setor-de-interesse-e-participe

Como aplicar os dados da Pesquisa Salarial na sua estratégia de negócio

De acordo com Carolina Farah, profissional que atua na área de Gestão de Pessoas há mais de 20 anos, o processo de uma pesquisa salarial pode parecer complexo, mas explica que se trata de uma etapa importante que contribui para uma análise mais profunda em relação ao posicionamento salarial das empresas

“Não posso usar dados quaisquer em uma área que trata de pessoas”, completa Carolina, ao alertar que uma coleta de informações no Google não basta, pois não é um caminho confiável. 

Nesse sentido, ela ainda dá o exemplo de que não é possível comparar um salário de empresa de porte grande com o de uma pessoa especialista em uma empresa de startup. Por isso o cuidado de consultar informações online sem entender o mercado

“Pesquisa é uma referência de dados para eu olhar e entender meu posicionamento como empresa em um cenário de mercado e onde quero chegar. Não posso usar os dados crus, jogar em uma tabela e determinar que será este o salário. Se eu quero uma política agressiva, preciso fazer análises comparativas, pois nada é engessado”, reforça a HR Consulting and Services.

Para Liara, a tabela salarial é uma responsabilidade gigante e precisa ter uma análise por trás. “O ’Eu acho’ não funciona. É cálculo, é metodologia. Existem gráficos e curvas que ajudam analisar e ranquear a importância a partir dos dados para então chegar a uma coerência, e tudo isso precisa ser justificado”, explica. 

É essencial ter um olhar apurado para análise de resultados  

Para Liara a remuneração também está alinhada à carreira das pessoas e a pesquisa salarial, ao permitir que uma empresa possa se comparar com dados de outras empresas do mesmo setor, é muito importante ter um olhar mais apurado ao analisar os resultados. “Só ter a informação não ajuda de nada, é preciso aprofundar”, diz. 

No momento de rever as estratégias de remuneração, a Unimed também optou por analisar os resultados da Pesquisa Salarial do setor de Tecnologia, realizada pela Plooral Salary, para entender os cargos desta área dentro do setor de saúde. 

“A cultura de um hospital é diferente de uma empresa de tecnologia. Os dados mudam, mas a metodologia de análise é a mesma: segmento, posicionamento, cultura, estratégia e budget”, completa Liara.

Na hora de extrair e analisar os dados de uma pesquisa salarial, Carolina reforça que é essencial elencar algumas perguntas-chave: com quem quero me comparar? Para quem estou perdendo meus profissionais? Minha estratégia é de crescimento ou manutenção? 

Também comenta que não existe um padrão, cada empresa deve identificar qual é o seu desafio e as informações que necessita para a sua estratégia, ou seja, o que deverá ser levado em consideração no momento de analisar uma pesquisa salarial.  

Dependendo do tamanho do desafio, algumas empresas preferem realizar a sua própria pesquisa salarial. “Em uma pesquisa patrocinada a empresa define o seu escopo, qual será a abrangência e o pool de empresas que quer convidar”, explica a HR Consulting and Services da Plooral.

blog-enlizt-brasil-quer-patrocinar-uma-pesquisa-salarial-fale-conosco

Indiferente da metodologia, se a empresa deseja participar de uma pesquisa salarial em grupo ou patrocinada, ao estruturar uma área de remuneração, em que pensamos os cargos e pessoas, é preciso ter o mesmo racional e essa etapa deve contar com dados confiáveis, aconselha Carolina. 

Ainda sobre os benefícios de uma pesquisa salarial, a Analista de DHO SR na Unimed Litoral comenta que a pesquisa também ajuda a entender se a expectativa salarial do candidato está de acordo com o mercado. “RHs recebem muitas demandas da diretoria, mas também precisamos entender porque as pessoas estão saindo, se estamos pagando acima ou abaixo do mercado”, diz Liara. 

“Qualquer diretor precisa entender a folha de pagamento, seja para reduzir custos ou criar estratégias competitivas para atrair candidatos mais qualificados”, complementa Carolina. 

Para a especialista, o papel do RH é conseguir mostrar o melhor caminho, por meio de dados atualizados que vão ajudar na tomada de decisões junto às lideranças. “Pois uma coisa é o que o mercado pede, o que o candidato pede e outra é o que a empresa está de fato pagando”, completa.

blog-enlizt-brasil-participe-da-pesquisa-salarial-do-setor-de-saude

Como a Unimed Litoral se beneficia da pesquisa salarial 

Segundo a Analista de DHO SR, ao ser questionada sobre a utilidade da pesquisa salarial para a estratégia de remuneração da Unimed, Liara conta que a primeira etapa é definir o objetivo de participar da pesquisa

No caso da Unimed, o RH precisava fazer uma análise dos profissionais que estavam perdendo para entender como se posicionar e atrair mais candidatos

“Os dados nos apoiaram muito em nossas práticas, em alguns valores. Nos ajudou a perceber se estávamos alinhados com o que o mercado está pagando, mais a possibilidade de revisar questões como fonte de estratégia. É dessa forma? Vamos continuar assim? Vamos rever? Vamos utilizar a média do mercado?”, relata Liara. 

Ainda de acordo com a Analista, a análise de dados foi feita de forma bem robusta e detalhada. Outra etapa importante, além da definição de estratégia, foi definir qual seria a prioridade

“Demos uma olhada geral nos resultados e em casos que nos acendia um alerta para depois focarmos em nossas prioridades. Fomos vendo cargo a cargo, olhamos a média, mediana, nossa remuneração atual, comparamos as descrições de cargos, enfim, entender se estávamos comparando abacaxi com abacaxi”, conta.  

Ao ser questionada por Carolina se continuam revisitando a pesquisa salarial do ano anterior ou se fariam algum processo diferente ao analisar os resultados, Liara comenta que a análise da pesquisa deve ser contínua, pois permite notar outras situações em que os dados podem ser úteis. 

“Esse olhar contínuo precisa acontecer. Além disso, precisa existir muita parceria entre remuneração, gestores e equipe de recrutamento e seleção. Às vezes uma área sente as mudanças do mercado e outra não”, diz.

Sobre o que faria de diferente, “seria olhar com mais calma ainda para os dados. Vivemos em um mundo muito acelerado e acabamos acelerando as nossas aplicações. Mas depois de alguns anos fazendo isso, conseguimos utilizar os dados de forma adequada e enxergar os resultados”, conta Liara. 

Novidade: SinSalarial agora é Plooral Salary

Há mais de uma década a SinSalarial – que agora se chama Plooral Salary – realiza pesquisas salariais que apoiam empresas na estruturação da sua área de remuneração, com apoio de parceiros de associações como ACATE, ACATS e ABRH. Atualmente a Plooral Salary conta com mais de 800 clientes e mais de 200 mil salários informados em sua base de dados.

A pesquisa salarial da Plooral Salary é uma ferramenta inteligente de remuneração e benefícios para tomada de decisões estratégicas no RH, que fornece dados fiéis e tratados estatisticamente, trazendo visão de mercado para argumentação e aprovação de planos orçamentários para a área de Gestão de Pessoas. 

“É um investimento que dará retorno em longo prazo. São informações estratégicas que permitem fazer muitos comparativos. A pesquisa dá um diagnóstico de onde a sua empresa está e onde ela quer chegar”, finaliza Carolina.

blog-enlizt-brasil-especialista-em-remuneracao-estrategica

Deixe um comentário