enlizt Menu

Já conversamos em outro post sobre a importância em filtrar bem seus candidatos, trazendo para a entrevista presencial só os melhores.

OK, após a análise colaborativa de currículo, provas e análise dos vídeos de pré-entrevista, temos um forte potencial candidato dentro da empresa para ser entrevistado.

Neste momento precisamos investigar de forma consistente os 3 pontos abaixo:

  1. Experiência
  2. Realizações
  3. Requisitos

Alinhamos aqui um pequeno guia para você capturar uma ótima visão sobre o candidato.

Experiência

Para você conseguir extrair uma história bem real, peça para o candidato discorrer sua trajetória profissional, desde o início. Você imediatamente verá a capacidade de síntese e comunicação (ou de enrolação) da pessoa.

É uma ótima abertura onde o candidato irá contextualizar-se no tempo, abrindo um grande leque de visão sobre o que de fato ele realmente fez e sabe.

Toque em pontos de seu interesse, solicite detalhes sobre determinados feitos na empresa X por exemplo.

Anote então empresas e funções lhe interessam para explorar nas próximas perguntas.

Avalie nesta explanação itens como:

  1. Se a pessoa GOSTA do tipo de trabalho que fez (ou que deverá fazer) ou apenas AGUENTA em função da remuneração;
  2. Se a pessoa se ORGULHA da sua profissão;
  3. Se reclama ou fala mal de experiências profissionais anteriores;
  4. Se de fato viveu experiências relevantes ou super valoriza coisas básicas.

Atenção em fazer um link imediato das realidades apresentadas com a vaga que está sendo oferecida na sua empresa.

Exemplo: Nitidamente está reclamando dos clientes que tinha que atender lá na outra empresa. Imagine que aqui na sua empresa a vaga é para analista de suporte! Problema a frente!
Explore imediatamente os méritos destas colocações para verificar como esta pessoa se relaciona com clientes (e colegas).

Em linhas gerais:

  1. Se ele era feliz com o que fez e como fez => tende a ser um bom profissional.
  2. Explicou com gosto como tratava determinados problemas => tende a ser mais flexível. (Mas cuidado, analise se não era alguém acomodado que estava lá apenas recebendo o salário e passando o dia sem comprar as brigas e as causas necessárias para a melhoria da empresa!).
  3. Fala o mínimo, evolui pouco nos assuntos => cuidado, pode estar escondendo coisas ou não tem conteúdo mesmo, é só fachada.
  4. Reclamações e mais reclamações. Eu era perfeito, ninguém me entendia! => aqui é problema. Tende a repetir isto na sua empresa.

Realizações

Papel e discursos são lindos e fáceis de reproduzir. Pegar o problema e resolver é o outro lado do abismo.

Temos que ver se o candidato está mais para realizador ou para ator.

Indo direto ao ponto, faça perguntas tais como:

  1. O que você fez na empresa X que lhe orgulha muito e que ao mesmo tempo ajudou a empresa e seus clientes?
  2. Detalhe mais sobre este trabalho. Como você construiu, suportou e melhorou este ponto que se referiu?
  3. Como busca implementar isto em um novo trabalho?
  4. O que menos gostou na empresa X? Por que? Como poderia ter implementado algo para mudar isto? Por que você não fez?
  5. Aqui na empresas temos problemas como A e B. Você já passou por isto? Como resolveu?
  6. Neste segmento da nossa empresa, que outros desafios você já viveu. Como atuou na resolução/evolução destes desafios?

Se você não é experiente no seu segmento, envolva alguém que conhece do assunto. Com estas perguntas, fica difícil alguém que é do ramo não visualizar se a pessoa conhece ou não o trabalho que se propõe a fazer.

Requisitos

Você demanda para esta vaga alguns requisitos, tais como os exemplos variados abaixo:

  • Inglês fluente;
  • Experiência em desenvolvimento com o ‘node.js’;
  • Experiência na comercialização de serviços para empresas de grande porte.

Seja o que for, tenha fácil esta lista com você, pois nesta parte da entrevista você deveria perguntar como a pessoa aplicou na prática estes requisitos. Correspondendo aos exemplos acima, você deveria perguntar ao candidato questões tais como:

  • Você comentou que tem o inglês fluente, você vendia para empresas do exterior, prestava suporte técnico em inglês? Me explique o seu dia a dia na questão do conhecimento em inglês.
  • Com node.js, que tipo de pacotes adicionais você trabalhou e com que finalidade de desenvolvimento? Quais principais dificuldades encontrou até o momento?
  • Na comercialização de serviços para grandes empresas, que contas você atendia, que projetos vendeu e como foi a evolução destas entregas e as novas vendas.

O que você está investigando aqui?

  • Papel aceita tudo, e falar também é fácil. Você deve investigar a fundo a aplicação prática do requisito, fazendo o candidato explicar detalhes de uso do mesmo.Aqui a única saída do candidato é ser consistente (bom ou ruim mas consistente).
  • Se a história não estiver batendo, cuidado, a pessoa pode ser outro especialista em se vender e você só saberá da verdade depois do período de experiência!
  • O ponto aqui é, faça a pergunta, e mergulhe no assunto para chegar até o menor detalhe de uso prático do requisito.

Cobrindo ao menos estes 3 pontos (Experiência, Realizações e Requisitos), você já tem uma grande visão sobre o candidato.

Se você usou recursos de pré-entrevista e avaliação colaborativa, deve estar chamando 20% das pessoas que chamava no passado. Neste caso, vale fazer uma entrevista mais robusta, com avaliadores de qualidade (pares com os quais o candidato irá trabalhar, gestor da área, solicitante), e faça da entrevista algo consistente.

Defina o que quer desta conversa com o candidato, programe-se e execute com qualidade.

Boa sorte!

Compartilhe:

Comentários

There are no comments.

Deixe um comentário